21 de junho de 2007

Constantin Brancusi (1876-1957)

Há dias em que me lembro da minha formação em História da Arte, nomeadamente contemporânea, que anda preterida em detrimento de outras coisas. O b+a merece que eu me lembre dela mais vezes. O meu apreço não vai só para Magritte ou Rodin. A partir de agora, passam a viver aqui outras tantas referências.

Brancusi, Newborn, Moma, 1920.

6 comentários:

S. disse...

Lindo... parece um abrunho minimalista

Sibila disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
anasenabelo disse...

Muito bonito. Bojudo.
Bjs

Rita disse...

Apesar da amiga comum S. já me ter falado da "ouriço" eu ainda não tinha vindo espreitar este cantinho.
Fi-lo hoje e salivei naturalmente perante a palavra "Magritte".
Ainda a recuperar da visão do original na Colecção Berardo ontem à noite...
O meu apreço pessoal pelo senhor está aqui: http://magritte.blogs.sapo.pt/

Ouriço disse...

Já lá fui!
Volta sempre e obrigada pela visita

Ouriço disse...

ja la fui ao blog, entenda-se